quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Mas o pior é pensar que isso um dia vai cicatrizar...

Eu queria manter cada corte em carne viva
A minha dor em eterna exposição
E sair nos jornais e na televisão
Só prá te enlouquecer
Até você me pedir perdão...
O que me dá raiva  não é que você fez de errado
Nem seus muitos defeitos, nem você ter me deixado
Nem seu jeito fútil de falar da vida alheia
Nem o que eu não vivi aprisionado em sua têia...
O que me dá raiva  são as flores e os dias de sol
São os seus beijos e o que eu tinha sonhado pra nós...
São seus olhos e mãos E seu abraço protetor
É o que vai me faltar. O que fazer do meu amor?...
Eu já ouvi 50 receitas pra te esquecer
Que só me lembram que nada vai resolver
Porque tudo, tudo me traz você
E eu já não tenho pra onde correr.


 [Leoni e Frejat]

8 comentários:

Anônimo disse...

Roziane, o que tanto te faz sentir assim? essa dor que você mostra claramente a cada post que você coloca?
Você não é uma pessoa feliz?

Natália Rocha disse...

Rozi,essa música é linda=*
Amei o post!

Beijos

Roziane Souza disse...

Meu caro Anônimo, se você observar bem, nem todos os meus posts demosntram o sofrimento, e os que são tristes, não,quer dizer, necessariamente que seja o que estou sentindo no momento. Textos e letras que acho legais, bonitos e que despertam a leitura de pessoas como você...
Sou um pessoa muito feliz sim. Mas tenho meus momentos de tristeza, ou melhor, a melhor palavra seria nostalgia... de momentos e pessoas boas que não voltam atrás. Espero ter respondido sua pergunta e também que continue lendo. E quem sabe, talvez, identifique-se da próxima vez.

Anônimo disse...

Ta bom! SE CUIDA!

Roziane Souza disse...

"Se Cuida", por acaso, seria "te amo"? hehehe

cintya disse...

Eitaa Roziane se esse Anônimo viu aquele post do dia 27/01 realmente ele quer dizer: Te amo...

Anônimo disse...

É seria, isso é para a senhorita ver como leio todos os seus posts, sou um seguidor fiel :)
hehehe.

Mih_ disse...

Adoreiii estas palavras!
muito bom mesmo!
essa música é perfeitaa!

bjokas,

Mih