sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Amor eu ainda não sinto. Eu sinto muito.

Entenda moço. Não é que eu não tenha um coração. Não, não é isso. É que uma vez, moço, eu dei meu coração a um rapaz. E ele, descuidado, o deixou cair no chão. Depois, já não sei mais se ainda descuidado ou se por vontade, ele o pisou e o destroçou em zil pedaços. Moço, como eu amava aquele rapaz. Desde então, venho, aos trancos, tentando juntar os pedaços. Ao poucos, vou voltando a senti-lo bater, com ternura, com carinho, com saudade. Mas amor. Sabe aquele amor, moço? Aquele em que todo mundo fala? Amor eu ainda não sinto. Eu sinto muito.

2 comentários:

Camila Márcia disse...

Puxa dificil, uma passagem linda.

Um coração quebrado, sentimentos torturados... vazio.... saudade...

F. Otavio M. Silva disse...

OI,muito interessante seu blog, to passando aki pq vi vc é seguidora do blog do meu amigo, Mailson, e por isso quero convidar vc para dá uma olhada no meu blog http://otaviomsilva.blogspot.com/
desde Já agradeço, Forte abraço

PS; Sigo de volta