terça-feira, 23 de novembro de 2010

Ela é a minha melhor e mais adorada amiga.


E essa minha amiga, a irmã que não tive, é a pessoa mais linda do mundo, perfeita até às avessas. Não conheço ninguém que a conheça e não queira se tornar amiga dela. Mas isso é pra poucos. Graças a Deus, fui abençoada com esse presente...
Tenho quase certeza que ela não é daqui. Ela parece de outras luas, de outros povos. Ela tem jeito de flor, cor de bailarina e sorriso de lata, que diga, de fada. Ela é menina, homem, mulher, amiga, leal, sincera... e como se não bastasse tudo isso ela ainda existe. Uma branquela encantadora, que responde pelo nome de Jhullyanne Galvão, a mãe de Júlia Gabriella e a criatura mais conhecida do mundo inteiro. Ela desfila por aí, disfarçando-se de menina, maquiando-se de mulher e pintando poses de boneca. Mas ela é a mulher mais absurda que eu conheço, porque ela não perde o brilho nunca, nunquinha. Ela, ainda, é minha afinidade mais acontecida de todos os tempos! Porque a nossa sintonia faz muito mais que um elo, faz um universo inteiro dançar no ritmo da música. Ela abraça o mundo e nela mora toda doçura dele. É o coração mais pulsante, que eu conheço e mais colorido, e às vezes, o mais burrinho também. E é por tudo isso e outros milhões de encantos e magias, que eu guardo ela comigo. Para sempre.

“Por toda a minha vida guardarei uma parte de você comigo. E onde quer que eu esteja, você estará lá!”

Um comentário:

' Jhully Galvão_ disse...

Ow amiigaa! Tenho nem palavras pra explicar a nossa AMIZADE... Obrigado por tudo. Por sempre está ao meu lado... mesmo com esse meu coração burrinho e esse sorriso de lata! Hehehe
Te amo... POR TODA MINHA VIDA!