terça-feira, 28 de setembro de 2010

Todo o amor que houver nessa vida.


"...E o bom da vida é o que? É sentir. Des-pe-da-çar. Refazer. Quando tudo se rasga, quem costura sou eu. Dou conta. Se amanhã eu acordar e resolver amar pra caralho, eu amo. Ele, você, outro. Ponto. Que venha a mim todo o amor que houver nessa vida, o tempo inteiro. Meu coração vagabundo quer guardar o mundo em mim.”


- Jaya Magalhães

Um comentário:

Pâmella disse...

Muuuuiiito show seu blog!!!