sábado, 6 de abril de 2013

"Casado é quem bem vive"

E como diz o ditado: "Casado é quem bem vive á dois". Não é um anel ou um papel que vai dizer se você é/vai ser feliz ou não. Pois o compromisso verdadeiro ultrapassa qualquer tipo de formalidade.
Sem generalizar, mas tô cansada de vê pessoas casadas há anos, que não se conhecem, não se amam, não se respeitam. Mas o papel tá lá, guardado em alguma gaveta, velho, amassado, empoeirado, e junto com ele todas as juras de amor, fidelidade e companheirismo. Será que é preciso tirá-lo da gaveta para voltarem a se sentir felizes juntos? Acredito que assinamos em papel, para vê se o casamento dura mais que o tempo de vida útil dele. 
Tem aqueles que acham que casar agora é "modinha" e serve apenas para postar fotos das alianças, da festa, do bolo nas redes sociais, mas não sabem o verdadeiro significado de viver uma vida a dois. Muito mais que a festa pros outros é a festa que existe dentro de nós, ao acordar todos os dias e ver que ao seu lado estar o amor da sua vida, com quem você escolheu, não só compartilhar um teto, mas também a alma.
Lógico que isso não é regra, e que toda mulher quer casar com tudo que tem direito, mas o que vale mesmo é o que tá dentro.

Nenhum comentário: